Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 9 de dezembro de 2012

The Walking Dead: é tudo um sonho de Rick, que segue em coma?


Caiu como uma bomba uma brincadeira que meu irmão compartilhou no Facebook esses dias. Ele não foi o autor, apenas compartilhou, e, ATENÇÃO, isso não é um spoiler, não tem nada de oficial. Mas o caso é que uma imagem (abaixo) mostrava um cachorro assustado e a hipótese de que toda a trama de mortos-vivos no seriado The Walking Dead trata-se de um sonho do policial Rick Grimes, que nunca saiu do coma.


Seria isso possível? TWD é minha série preferido no momento, e não posso aceitar que venha a ter, no final, uma explicação estúpida fraca como foi a do final de Lost (ainda bem que eu não via aquela porcaria). Embora não haja nada de oficial na brincadeira compartilhada no Facebook, saí atrás de indícios que me tranquilizassem quanto à impossibilidade de ser apenas um sonho.


Primeiramente, vale lembrar que TWD é inspirado nas histórias em quadrinhos (abaixo), plataforma original da trama. Lá o enredo está bem avançado, já passa do número 100, e não há menção sobre tudo ser um sonho. Além disso, existem várias passagens nas quais Rick não está presente - portanto, ele teria de estar assistindo a seu próprio sonho como em um filme.


Também há o livro "The Walking Dead - a Ascensão do Governador", que conta como Philip se tornou o líder de Woodbury, e onde não há qualquer citação sobre Rick. Não parece que poderia ser um sonho paralelo (embora possa se justificar que não é uma história que faça parte real da cronologia).


O mesmo sobre Rick assistir ao próprio sonho vale para o seriado de televisão. Em muitas passagens Rick não está presente. E ainda existem os "webisodes", que são episódios curtos que contam histórias sem ligação com o arco principal, e que mais uma vez são alheias à figura do xerife.

Sentença final: não sabemos o que é, como a doença começou, não conhecemos completamente seus efeitos, mas não é um sonho de Rick! Pelo menos as provas são em contrário.


Para concluir minha análise, resolvi rever os primeiros episódios da primeira temporada. E, embora não tenha encontrado motivos para achar que se trata de um sonho, descobri outra coisa. Os zumbis estão ficando mais burros ao longo dos anos. Mas isso comentarei em outro post, aguardem.

Por André Crespani - Ionosfera - Atlântida/Click RBS

Nenhum comentário:

Postar um comentário